eu viajei sozinha

essa que vos fala, em uma das curvas até Valle Nevado

caramba! passei minha adolescência inteira querendo "cair no mundo". fazer um mochilão muito doido. pegar meus (parcos) pertences e viajar muito, sem data para voltar. bom, a Lorena de 15 anos não fez isso. felizmente, ou não, o receio foi maior que a coragem (a falta de grana e não ter nascido herdeira influenciou muito, não se engane), mas a Lorena de 23 anos foi mais corajosa

em junho desse ano peguei minhas primeiras férias remuneradas since 2013 (quando vivi 15 lindos dias viajando pela Itália com minha família). eu trabalho desde 2012 e sim, essas foram as primeiras férias remuneradas que peguei  (se quiser falar comigo profissionalmente, manda um "Oi" no meu LinkedIn). 

eu, obviamente, estava ansiosa além da conta e uma das únicas resoluções de ano novo que fiz foi: viajar mais! ano passado eu fui para Belo Horizonte e Goiânia sozinha, mas não aproveitei nada das cidades. eu fiz uma prova da pós-graduação (tenho pós em cinema e audiovisual) e do toefl, respectivamente. então, em abril desse ano eu já estava subindo pelas paredes, pensando onde poderia passar minhas queridas férias.

como não daria para voltar para a Itália (sério, eu tenho um caso de amor gigantesco com aquele lugar ♥), pensei em ir para o sul do Brasil. sou louca para conhecer Gramado, Bento Gonçalves, Curitiba etc. mas achei meio salgadinho o preço (é claro, altíssima temporada) e por dica de minha mãe, fui pesquisar passagens para o Chile. estavam com preço bem bom. comprei.

detalhe importantíssimo: eu nunca na minha vida tinha pensado em ir para o Chile, além da Cordilheira nem sabia o que rolava por lá. mas eu ia passar uma semana (era o que o dinheiro permitia haha) em Santiago e tinha muita pesquisa para fazer. outro detalhe importantíssimo: me apaixonei pela cidade antes mesmo de viajar.

estava com o cu na mão, se me permitem a expressão. eu, viajar sozinha HAHA ficar em um hostel pela primeira vez HAHAHA sem falar espanhol HAHAHAHA na dúvida dei uma estudadinha pelo Duolingo, não que tenha me servido de alguma coisa.

o importante é que eu fui, engoli o medo e fui. não tive nenhuma epifania de vida, infelizmente (muitos blogs falam que viajar sozinha causa epifania de vida, cuidado com a propaganda falsa). mas aprendi a confiar em mim. eu, como boa brasileira, sou extremamente preocupada com segurança, então tive cuidado triplicado com meus pertences o tempo todo (em Santiago não é muito comum crimes violentos, mas furtos acontecem o tempo todo, principalmente no metrô). ainda bem, não passei por nenhum sufoco. 

conheci pessoas incríveis, fui a boates e dancei funk. ensinei funk para argentinos, franceses, holandeses e chilenos na cozinha do hostel (logo eu, que não sei dançar funk! me ajudem a entender o que aconteceu), bebi muito vinho, comi empanadas, bebi terremotos (e pisco sour e piscola),  vi uma moça e um moço franceses se jogarem em arbustos em uma praça, porque estavam bêbados. servi de apoio para uma moça alemã chegar até o hostel, pois estava tão bêbada que não se aguentava em pé. falei inglês durante uma semana, mesmo sem voz (ficou perdida na boate), falei portunhol e fui entendida 100% do tempo. vi brasileiros ensinando os gringos a cantarem hino de time brasileiro, aprendi um jogo de cartas super aleatório e, de "não vou sair à noite, rs, medo, né" eu saí quase todos os dias, inclusive voltei com uma moça francesa para o hostel, à pé, às 4h da manhã e foi super tranquilo. não vou nem negar, vivi uma semana inesquecível. 

um passo insignificante para quem já viaja sozinho há décadas. mas um passo gigante para a Lorena. a única coisa triste da viagem, é que esqueci meu cadeado lá, fora isso, só sucesso. foi o melhor presente que já me dei, literalmente, cheguei em Santiago no dia do meu aniversário de 24 anos (e ganhei parabéns do DJ da boate: "feliz cumpleaños para Lorena Buiatti, Brasil".

p.s.: a única contra indicação que dou quanto a viajar sozinha é: cuidado, você vicia. estou com mil roteiros planejados para próximas viagens já :) 

4 Comentários

  1. Muito foda o texto.
    Desde jovem tenho a mesmo vontade mas ainda não realizei.

    Apos ler o texto essa vontade voltou com tudo. kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. (desculpa a demora em responder ahahah)

      obrigada pelo elogio ao texto! e quanto a viajar, só vai. foi uma das primeiras vezes na vida que eu não dei bola pro medo e mandei um foda-se, claro que exige muito planejamento e tal, mas vale super à pena :)

      Excluir
  2. Nossaaaa, que viagem INCRÍVEL! Muito feliz por você e amei ler seu relato, deu pra imaginar tudinho e deu vontade de ir pro Chile huahuha

    Com amor, ♥ Bruna Morgan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. (desculpa a demora em responder ahahah)

      foi INCRÍVEL mesmo ahahahaha obrigada e obrigada! eu gostei muito de Santiago, a escolha de ir para lá, foi bem aleatória mesmo, mas me surpreendi muito positivamente. recomendo demais ♥

      Excluir